Página 1 de 2

5 cartões de débito Bitcoin: o comparativo

Enviado: sábado set 09, 2017 11:44 pm
por jotix
Imagem


As criptomoedas estão a crescer em popularidade. Se ainda em 2009 o Bitcoin não era tão conhecido como agora, a verdade é que esta moeda assim como as altcoins estão-se a tornar um sucesso. 

Como moedas que são, devem servir para efectuar pagamentos, nas transacções diárias que diferentes membros das populações operam. 
No caso das criptomoedas, em particular, a dificuldade reside na mudança de mentalidade. Com efeito na maioria dos comerciantes, sejam eles online ou offline, ainda não adoptaram qualquer criptomoeda como método de pagamento. Digamos que, a inexistência de uma representação física da moeda somada a volatilidade da mesma, não facilita a aceitação dos comerciantes às criptomoedas, assim como as restantes pessoas não se mostram muitas vezes disponíveis ou abertas para a utilização destas moedas no seu dia a dia. 

O caminho, será provavelmente, de deixar toda a moeda que é tangível e passar-se ao electrónico. Cada vez mais, as operadoras de pagamentos como a Visa ou a Mastercard desenvolvem tecnologias que facilitem à adesão aos pagamentos sem envolver dinheiro físico. As criptomoedas, provavelmente, serão o futuro, ainda que tenham um longo processo de desenvolvimento a fazer. 

Posto isto, certo ficamos, de que existem lacunas, preenchidas em grande parte pela mentalidade que ainda é preciso mudar. 
O curativo, se assim lhe o podemos chamar, ideal para estas lacunas são os cartões de débito (normalmente pré-pagos) emitidos por diferentes prestadoras de serviços, que permitem a troca de criptomoedas por uma moeda local, ou a troca instantânea de uma ou várias criptomoedas pela mesma moeda local. 

A maioria de nós guarda um sentimento de normalidade, ao ter um cartão e usá-lo nas compras do dia a dia. Pouco importa o facto desse cartão estar conectado a uma conta de uma criptomoeda.  A título de exemplo, na próxima vez que comprar umas calças, posso fazer o pagamento em Euros e ser debitado automaticamente o valor correspondente em bitcoin, acrescido de taxas praticadas pela prestadora da emissão do cartão, que aderi. 

Actualmente, existem mais de 30 cartões disponíveis, que utilizam as criptomoedas, de diferentes provedores. Actualmente, todos os cartões, apesar de emitidos por sites diferentes, são geridos por uma única entidade a: Wave Crest Holdings Limited
Vamos aqui no RicoDinheiro, apresentar pelo menos 5 alternativas para que possas fazer desde pagamentos no supermercado, na bomba de gasolina e em compras ou até mesmo, para levantar dinheiro numa caixa ATM.

COINSBANK

Imagem

◘ Cartões disponíveis nas moedas: Euro, Dólar e Libra 
Verificação de identidade necessária. Esta verificação é feita por níveis, onde cada nível permite o acesso a uma margem maior de movimento de dinheiro
◘ Custo de emissão do cartão: 4.95 EUR/USD/GBP (válido por 3 anos)
◘ Custo de activação do cartão: 14.95 EUR/USD/GBP (uma única vez)
◘ Custo mensal: 0.95 EUR/USD/GBP (gratuito no primeiro ano) 
◘ Custo por levantamento de dinheiro num ATM: 4.95 EUR/USD/GBP
◘ App mobile: Sim
◘ O saldo do cartão pode ficar associado à carteira bitcoin, litecoin, euro, dólar.... Sempre que se efectua um pagamento com o cartão e se recorra à conversão automática de bitcoin para a moeda local, uma taxa de 3% é aplicada. Para evitar esta comissão, pode-se trocar manualmente bitcoin pela moeda local, e nesse caso a taxa desde para 0.5%!  
◘ O envio do cartão por via DHL está apenas disponível para países europeus, não se fazendo para os restantes, assim como as extensões dos países europeus (ilhas)
CashBack: Por cada compra efectuada, é creditado 0.5% do valor em bitcoin. Este cashback acumulado serve unicamente para pagamento de taxas praticadas na CoinsBank. 
Transparente: As taxas de câmbio são apresentadas no cimo do site

XAPO

Imagem

◘ O cartão Xapo Visa foi um dos primeiros a aparecer no mercado
Inteiramente conectado à carteira bitcoin da Xapo, ao pagar-se com este cartão, a conversão de bitcoin para a moeda local, é feita automaticamente e contra uma taxa na ordem dos 2 ou 3%
◘ Recentes alterações das políticas de utilização deste serviço, possibilita apenas a entrega do cartão a cidadão europeus (dentro do mapa europeu) 
Custo de emissão: 18 EUR, 13 GBP, 20 USD 
◘ Três moedas disponíveis: EUR, GBP e USD
Não permite a conversão espontânea de bitcoin para euros, dólares ou libras
◘ Custo por levantamento de dinheiro num ATM: 2.25 EUR/2.50 USD/1.75 GBP
Custo anual: 10 EUR/12 USD/7 GBP (primeiro ano gratuito)

ADVCASH

Imagem

◘ Cartão Mastercard com um custo de 4.99€/$/£
◘ Empresa com origem Russa
◘ Sem mensalidades ou anuidades
◘ Cada carregamento é taxado a 0.99 €/$/£
Não se tem carteira bitcoin, e o carregamento do cartão faz-se, introduzindo o montante com que se quer depositar e a partir daí, deve-se enviar o valor bitcoin solicitado
◘ Serviço não transparente: lê-se que o carregamento do cartão através do bitcoin não tem comissões. Contudo, a taxa de câmbio praticada é desfavorável para o membro. Assim, e pelas análises efectuadas, estima-se que carregar este cartão por bitcoin custa entre 2 e 2.5%
◘ Para além do bitcoin, o cartão mastercard pode ser carregado com PerfectMoney, Payeer e Payza (unicamente para residentes no Brasil)
◘ Custo por levantamento de dinheiro num ATM: 1.99 €/$/£
◘ Verificação de identidade não obrigatória para movimentos até 100 €/$/£
Sem app mobile

BITWALA

Imagem

◘ Empresa alemã, com base em Berlim
◘ Cartão Visa pré-paid, com um custo de emissão de 8€/$/£
Custo mensal: 1 €/$/£
◘ O envio do cartão é apenas possível a residentes europeus, que façam prova disso
◘ O carregamento do cartão faz-se através do envio de bitcoin para o endereço indicado. Uma comissão de 0.5% com um mínimo de 1 €/$/£, acrescida de outra de igual valor é praticada por este site
◘ As taxas de câmbio BTC/ USD ou BTC/ EUR são apresentadas no cimo do site, demonstrando intenção de transparência
◘ Para além do cartão visa, Bitwala possibilita o envio de dinheiro para diferentes países, nomeadamente os localizados na Europa. De momento, o Brasil foi retirado dessa lista. Para mais informações sobre este assunto, consulta o FAQ do site

SPECTROCOIN

Imagem
  
Cartão visa emitido por uma empresa com sede em Londres, registada com o nome Spectro Finance Ltd. Esta empresa tem também uma filial na Lituânia
◘ Para a emissão do cartão é pedido o valor de 8€ ou $9 ou £6
Mensalidade 1€/$/£
◘ Serviço não transparente: a taxa praticada na conversão de bitcoin para a moeda local não é evidente, nem se faz referência a ela. Contudo, a mesma existe e parece ser definida por um algorítmico que não é exposto ao público
◘ A verificação de identidade é necessária conforme os limites de movimentação de dinheiro alcançado ou pretendido. Normalmente, requer-se o envio do cartão de identificação, um documento de prova de residência (factura da luz, água ou extrato bancário) e eventualmente uma selfie mostrando o documento de identificação

Imagem
Como disse no início do artigo, existem mais de 30 operadores deste género de serviço e creio que se desenvolva uma adição neste sector, já que as criptomoedas estão a crescer em popularidade

Este artigo não serve para dar suporte aos serviços apresentados, sendo que para isso, devem sempre recorrer ao serviço de apoio a clientes de cada site. 
Não obstante, e ciente da dificuldade de se escolher um cartão, com tanta oferta, espero ter sido esclarecedor para uma melhor comparação e selecção. 

A natureza deste serviços está em mutação e os valores apresentados podem, no momento da leitura, diferir dos realmente praticados. Sugiro sempre a leitura dos preçário nos sites prestadores destes serviços. 

Mais importante é o teu contributo... se eventualmente usas outro cartão, conta-nos a tua experiência.


Imagem
Dar Like e Comentar não custa nada e motiva o autor do post

Re: 5 cartões de débito Bitcoin: o comparativo

Enviado: domingo set 10, 2017 12:23 pm
por zealberto
As taxas de cada um destes cartões são demasiado ostensivas, prefiro continuar a fazer pagamentos com moeda fiat.

O Bitcoin continua a ser para mim reserva de valor, um pouco como o ouro, é comprar e deixar valorizar.

Re: 5 cartões de débito Bitcoin: o comparativo

Enviado: domingo set 10, 2017 5:21 pm
por jotix
Para isso, os melhores cartões são: CoinsBank e Xapo 

Estes permitem armazenar os valores em bitcoin, e quando se faz o pagamento, a conversão é feita ao câmbio deles, acrescido de uma taxa na ordem dos 2 - 3 % ;) 

Re: 5 cartões de débito Bitcoin: o comparativo

Enviado: segunda set 11, 2017 11:34 am
por zaalmeida
Grande post @jotix

Re: 5 cartões de débito Bitcoin: o comparativo

Enviado: segunda set 11, 2017 7:14 pm
por manometal
jotix Escreveu:
Para isso, os melhores cartões são: CoinsBank e Xapo 

Estes permitem armazenar os valores em bitcoin, e quando se faz o pagamento, a conversão é feita ao câmbio deles, acrescido de uma taxa na ordem dos 2 - 3 % ;) 

Sendo que o CoinsBank permitindo cashback para pagar as taxas parece ser interessante...
Excelente post Jotix

Re: 5 cartões de débito Bitcoin: o comparativo

Enviado: segunda set 11, 2017 7:28 pm
por jotix
Obrigado @manometal

Existem muitos mais serviços. Mas não me quis estar a alongar muito.

Sim... A CoinsBank é bastante interessante, pois permite ou converter para Euros ou guardar em bitcoin.
E selecionar até a preferência na ordem dos saldos a debitar, quando se faz um pagamento por cartão.

O cashback é apenas de 0.5% do valor gasto. Mas se considerar que 0.5% é a taxa para converter de bitcoin a euro, é sempre uma mais valia :)



Enviado através do Tapatalk

Re: 5 cartões de débito Bitcoin: o comparativo

Enviado: terça set 12, 2017 1:37 am
por Rpp

Re: 5 cartões de débito Bitcoin: o comparativo

Enviado: quarta set 13, 2017 10:27 am
por ruicarlov
Não é só a Bitcoin que tem de evoluir muito. Estes cartões também. Ando eu a esquivar-me das comissões mensais/anuais dos cartões dos bancos portugueses, logo não me ia meter num com comissões dessas quando a alternativa de converter BTC a EUR e fazer levantamento para a conta bancária é mais barato.

Re: 5 cartões de débito Bitcoin: o comparativo

Enviado: quarta set 13, 2017 8:30 pm
por jotix
Compreendo a tua posição @ruicarlov 

Afinal, é mais um cartão, mais custos ... Mas não deixa de ser uma alternativa para quem movimenta uma largas centenas de euros e deseja, talvez, manter-se escondido do crivo da tributação. 

Claro que, recorrendo a um mercado, como na BitStamp ou Kraken, provavelmente ir-se-á obter melhores resultados. Mas é sempre uma questão com uma resposta sensível, já que as criptomoedas são voláteis... muito voláteis! 
Então, a cada um de decidir, se prefere armazenar criptomoeda ou converter para Euros. 
Sendo que, ao pagar com um cartão que converte de bitcoin para Euro, vai ficar sempre em desvantagem no momento da conversão.
Mas e se o bitcoin subir desde que se efectou a conversão? Então, aquele que optou para converter para Euros está em desvantagem. 

Na CoinsBank também existe um mercado, tal como na BitStamp ou Kraken. E portanto, também podes trocar bitcoin por Euros ao valor desejado (desde que haja compradores) (0.5% de taxa) ou guardares os valores em criptomoeda... Contudo, o mercado é de longe ser tão movimentado qto estes últimos operadores
E na CoinsBank tem sempre um cashback de 0.5% :) 
(não estou a fazer propaganda a este site, mas sinceramente acho que é o melhor por ter várias alternativas) 

@Rpp já vi sobre a TenX, mas penso que ainda não tem cartões disponíveis? Estão apenas a vender ico. é isso? 

Re: 5 cartões de débito Bitcoin: o comparativo

Enviado: quarta set 13, 2017 8:53 pm
por Rpp
Eu já tenho o cartão desde julho, completamente operacional e até agora sem queixas.

Além de ter fees bem baixas, também tem cashback! E, claro, também tenho PAY tokens desde a ICO :D

Imagem

Recomendo o cartão e principalmente os tokens, que dão dividendos aos seus detentores ;)